Importante!

Este blog não tem propósito de indicar tratamentos para substituir cuidados médicos e medicamentos.Em caso de doença procure um médico e faça o tratamento corretamente.As dicas aqui descritas servem como terapia complementar e preventiva.




sexta-feira, 29 de abril de 2011

Aulas de inglês para bebês de 6 meses




RIO - Eles ainda nem falam "mamãe", mas já estão aprendendo que ela também pode ser chamada de "mommy". Os mais novos alunos de cursos de inglês são bebês. Segundo os especialistas, é no primeiro ano de vida que as funções cerebrais ligadas à linguagem estão se formando. Isso significa que aprender um segundo idioma neste período não só os torna fluentes no idioma como também ajuda a deixá-los mais sabidos, já que estimularia áreas do cérebro ligadas a outras funções.A professora de inglês Eloísa Lima decidiu pesquisar essa capacidade. Em seu doutorado na UFRJ, ela investiga se os bebês são capazes de reagir de maneira diferente a línguas diferentes. Para seu estudo, ela vem dando aulas de inglês experimentais para bebês voluntários a partir de 6 meses no curso Dice, no Rio. A classe regular recebe crianças a partir de 1 ano e 2 meses.
- Ao nascer, o cérebro está apto para lidar e reproduzir todos os sons da humanidade. E as crianças são capazes de balbuciá-los. É como se cada som fosse um fio desencapado e, conforme temos contato com uma língua, vamos encapando os mais usados. Aos 7 anos, esta capacidade praticamente se encerra. É o que chamamos de janela de oportunidade - explica Eloísa, num escritório decorado por fotografias de Freud e Piaget. - Além do conhecimento da língua, é fundamental um trabalho pedagógico bem estruturado para se trabalhar com crianças bem pequenas. A construção da linguagem passa pelas experiências sensoriais e afetivas.
(O Globo online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário