Importante!

Este blog não tem propósito de indicar tratamentos para substituir cuidados médicos e medicamentos.Em caso de doença procure um médico e faça o tratamento corretamente.As dicas aqui descritas servem como terapia complementar e preventiva.




sábado, 2 de novembro de 2013

PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL - GRUPOS



1. Vida de grupo tem: 
-Alegria, riso aberto, contentamento, folia, concentração. 
-Medo, dor, choro, conflito, perdição,desequilíbrio, hipótese falsa, pânico. 
-Entendimento, diferenças, desentendimento, briga, busca, conforto. 
-Silêncios, fala escondida, berro, fala oca, fria, fala mansa. -Generosidade, escuta, olhar atento, pedido de colo. 
-Ódio, decepção, raiva, recusa, desilusão. 
-Amor, bem querer, gratidão, afago, gesto amigo de oferta. 

2. Vida de grupo tem vários sabores: 
-Quente, frio, no ponto. 
-Doce? melado? cheiro de hortelã? 
-Castanha, chocolate, perfume de canela. 
-Salgado? Gelado, cheiro de maçã? 
-Palmito, frango, damasco. 
-Perfumes vindo da janela, lembrando o cheiro da vida vivida, gosto de hortelã. 

3. Vida de grupo dá muita ansiedade, quando não recebo o produto do conhecimento mastigado, pronto, pelo líder. Ele faz mediações com o objeto a conhecer, e se eu,saindo com meu reboliço, meu furacão interno (uterino?), minhas frustrações, ansiedades, POSSO CONSTRUIR, no meu silêncio-fala interna, minha sistematização. Depois, novamente voltando ao grupo, 
posso checá-lo, provocando um aprofundamento da mesma, ou não... 

4. Vida em grupo dá muita frustração porque, enquanto participante, tenho de romper com meu acomodamento quieto, autoritário... esperando “as ordens” do líder... e quando elas não vêm, descubro que SÓ EU posso LUTAR CONQUISTAR, CONSTRUIR, meu ESPAÇO... 
O líder pode possibilitar o rompimento da quietude, mas NÃO A AÇÃO DO CONSTRUIR, do conhecer. Essa, só o participante pode. 

5. Vida de grupo dá muito medo porque através do outro constato que sou “dono” do meu saber (e do meu não saber). 
Sou dono de minha incompetência, e portanto, RESPONSÁVEL pela minha BUSCAPROCURA de conhecer, de construir minha competência. 

6. Vida de grupo dá desânimo porque em muitas situações nos confrontamos com o caos: acúmulo de temas, processos de adaptação, hipóteses heterogêneas. 
Caos criador que nos demanda nova re-estruturação –organização. Procura da forma original própria e única adequada ao novo momento. 
Vida de grupo (ah!... vida de grupo...) 

7. Vida de grupo dá muito trabalho e muito prazer porque eu não construo nada sozinho; tropeço a cada instante com os limites do outro e os meus próprios, na construção da vida, do conhecimento, da nossa história

Grupo é... grupo 
A cada encontro: imprevisível. 
A cada interrupção da rotina: algo inusitado. 
A cada elemento novo: surpresas. 
A cada elemento já parecidamente conhecido: aspectos desconhecidos. 
A cada encontro: um novo desafio, mesmo que supostamente já vivido. 
A cada tempo: novo parto novo, compromisso fazendo história. 
A cada conflito: rompimento do estabelecido para a construção da mudança. 
A cada emoção: faceta insuspeitável. 
A cada encontro: descobrimentos de terras ainda não desbravadas. 

Grupo é grupo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário