Importante!

Este blog não tem propósito de indicar tratamentos para substituir cuidados médicos e medicamentos.Em caso de doença procure um médico e faça o tratamento corretamente.As dicas aqui descritas servem como terapia complementar e preventiva.




segunda-feira, 12 de maio de 2014

Requisitos para desenvolver a percepção do Tratamento através da Terapia Floral.





"Quando uma pessoa procura formas e tratamentos mais amplos para tratar seus distúrbios, emoções e/ou doenças de uma certa forma já se convenceu que existem tratamentos mais sutis que podem ajudar no processo de recuperação. Nós, seres humanos, queremos solução imediata para tudo, inclusive para doenças que se manifestam em nosso corpo físico e que podem ter origem de tratamentos e ou comportamentos que estamos praticando durante toda uma vida, e por que não falar às vezes adquiridos em vidas anteriores.


Em qualquer forma de tratamento que procuramos é importante nos conscientizarmos quais são os ganhos e as consequências que teremos com aquela forma de tratamento e assim podermos construir nossa própria percepção do processo de cura. Isto aplica também a principalmente ao caso da Terapia Floral que embora seja um tratamento vibracional, não se resume a tomarmos a essência e sim trazer para consciência quais os processos, comportamentos e emoções que estamos querendo transformar. Importante ressaltar que emoções viciadas, ou seja, que trazemos ao longo de toda nossa vida, requerem paciência e perseverança para serem tratadas, pois elas implicam em mudanças de padrões mentais, muitas vezes cristalizados em nossa mente e consequentemente carregamos em nosso corpo emocional.


Requisito 1 - Saber o que é a Terapia Floral e como ela pode atuar.
A Terapia Floral não é uma Porção Mágica que resolve tudo que a medicina tradicional não resolveu. “ A Essência Floral, são gotas de LUZ, que carregam frequências de cura que alcançam nossas células e mudam nosso padrão de vibração físico e mental”.


Requisito 2 – Ter uma postura receptiva, ou seja, acreditar que é um forma de cura que pode ajudar na melhoria do processo de doença. Como tudo na vida, nosso processo mental é fator primordial para o desenrolar dos fatos. Existem estudos científicos que comprovam que a FÉ é uma atitude saudável e essencial para cura de qualquer doença.


Requisito 3 - Usar a essência com a regularidade pedida pelo terapeuta. Desta forma o paciente demonstra comprometimento com o tratamento. Repetir o tratamento apenas quando solicitado pela pessoa que está acompanhando o tratamento. Quando o paciente está tão bem que quer repetir o tratamento recomendo um máximo de três ciclos com a mesma fórmula, mas isto não é regra, depende de cada situação.


Requisito 4 -Estar empenhado no auto conhecimento: Saber quais estados emocionais que estamos trabalhando e analisar situações que nos levaram ao desequilíbrio são atitudes fundamentais, pois sempre repetimos nossos quadros emocionais. Ao entrarmos em contato com as causas identificamos melhor nossas emoções e as reações que vêm juntas.
  • Sempre é recomendável que se tenha um caderninho de anotações para escrevermos nossas percepções a respeito de nós mesmos e do mundo e onde podemos inclusive anotar nossos sonhos. Ao anotar temos novos “Insights” a respeito dos fatos, pois muitas reflexões novas podem surgir em nossa mente.
Requisito 5 - Ser cuidadoso na utilização das essências: Na maioria dos casos o paciente melhora no início do tratamento e quer continuar a repetir a essência e /ou fórmula por um longo tempo sem retornar ao tratamento, mas é importante observar que, como em qualquer outro tratamento, precisamos ficar um tempo por nossa própria conta e observar se a mudança que surgiu é permanente ou necessita de ajustes. É comum, num tratamento como este ao trabalharmos uma emoção surgirem fatos novos que antes não percebíamos. É comum fazermos a comparação com as cascas da cebola, que ao retirarmos a camada mais externa a de abaixo imediatamente aparece. Somos assim mesmos, quando retiramos o que está mais aparente atingimos níveis mais profundos de nós mesmos.

Requisito 6 - Não recomendar a essência que está utilizando para outras pessoas a menos que conheça bem sua finalidade e aplicação: Recomendar a mesma medicação para outras pessoas é um comportamento ignorante, pois cada pessoa apresenta suas próprias características, cada um tem uma forma e tempo para processar sua cura, somos seres diferentes com necessidades e ritmos diferentes.


É importante saber que existem vários sistemas de Essências Florais e que algumas essências podem desencadear reações mais profundas como choros, agravamento momentâneo do quadro emocional, sonhos de diversas naturezas, etc...."